Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

iPhil

iPhil

GoPro 4

30.09.14
GoPro 4

 

Depois dos rumores vindos da Rússia no passado fim de semana, eis que a GoPro confirmou finalmente o lançamento da nova GoPro 4 e o 4K está em grande destaque.

Life is either a daring adventure or nothing at all

 

E como tem sido habitual em cada lançamento, a GoPro lança um novo vídeo de promoção das novas câmaras dando um enorme destaque à funcionalidade de se poder filmar em 4K, um formato que começa finalmente a massificar-se junto dos utilizadores.

 

"Life is either a daring adventure or nothing at all"

 

Esta é a citação de Helen Keller que dá o mote para mais um vídeo fabuloso apresentado pela GoPro e com um "storytelling" absolutamente brilhante.

 

Bem sei que os vídeos costumam ser brutais...mas sempre fiquei com a ideia que o vídeo de 2012, da GoPro 3 continuava a ser o melhor (os leões do vídeo de 2013 não me conseguiram impressionar tanto).

 

Este ano, foi impossível ficar indiferente ao vídeo de apresentação da GoPro 4. Não sei se é a empatia com intervenientes, se é com o storytelling, se é a música... o que eu sei é que não me importo de rever e rever e rever e rever...

 

É verdade... de por falar em música... para os que gostam destas coisas, a música é o "Run Boy Run" dos Woodkid (Link Spotify) que passaram este ano pelo Super Bock Super Rock no Meco e diz quem lá esteve, que deram um super concerto...

 

E agora... o vídeo, claro que pode ser apreciado em glorioso HD ou 4K, para quem tiver um ecrã onde possa apreciar esta brutalidade de vídeo! :)

 


Link do Vídeo

 

 

E já agora, um recado para os senhores da GoPro... isto dos vídeos é muito bonito, mas vejam lá aquela coisa do delay do Preview nas apps para iOS e Android. Obrigado.

 

Burning Man

10.09.14
Burning Man

 

Nas últimas semanas, nunca como este ano, ouvi falar de um tal "Burning Man", um evento que estaria a ocorrer algures nos EUA. Mas porque raio nunca tinha ouvido falar deste evento?


De facto, nunca tinha ouvido falar deste evento. Mas este ano, eventualmente pela forte adesão da comunidade tech, todos os dias ouvia alguém fazer alguma referência ao "Burning Man". Pelo menos, assim acontecia nos podcasts que habitualmente acompanho.

 


Link do Vídeo

 

Para quem ainda não conhece, "Burning Man" é um evento anual que decorre durante uma semana, no Black Rock Desert no norte do estado norte-americano do Nevada. O evento começa na última 2ª feira de Agosto e termina na primeira 2ª feira de Setembro, coincidindo com o feriado americano "Labor Day".

 

O ponto alto ocorre com o ritual de queimar uma estátua gigante de madeira, que ocorre no final do dia de sábado.

 


Link do vídeo

 

O evento/festival é marcado pelas instalações de arte e pela presença das mais diversas comunidades. Uma dessas comunidade é a comunidade tech, claro e a fotográfica, que é de alguma forma liderada pelo Trey Ratcliff, um fantástico fotógrafo que tenho acompanhado nos últimos anos, um norte-americano que decidiu ir viver para a Nova Zelândia e a partir de lá, realiza workshops, viagens e faz questão de marcar presença no "Burning Man" e realizar um photowalk no recinto do evento, o que permite que ele consiga captar algumas das mais fantásticas fotos que podemos apreciar.

 

Burning Man

 

O cabeçalho do blog e as imagens que ilustram este post, fazem parte desse portfolio da autoria do Trey Ratcliff. Mas o melhor é mesmo descobrir o seu trabalho no SmugMug.

#Codebits 2014 - RiftCycles

11.04.14
RiftCycles

 

Assim que conheci o projecto RiftCycles, fiquei com um entusiasmo fora do comum para experimentar uma daquelas réplicas das motas do TRON.

 

Enquanto a esmagadora maioria jantava, achei que seria a altura ideal para experimentar uma das réplicas das motas do TRON. De uma vez só, experimentava uma simulação de uma corrida do TRON e experimentava pela primeira vez os Oculus Rift.

 

A experiência é estranha. A simulação evoca sensações que não estamos habituados. No entanto, ainda estamos a falar de um protótipo. Imaginem que capacidade poderá ter o Oculus Rift, com melhores gráficos, melhor resolução, lentes e tornar-se verdadeiramente portátil. No caso do RiftCycles, temos a tendência para olhar para o lado, onde se encontra fisicamente a outra mota, para confirmar a sua posição na corrida, mas estranhamente nunca consegui verificar a posição inicial da outra mota (só mais tarde, quando começava a ver o rasto do outro jogador). Também senti diferenças no alinhamento do Oculus Rift e da imagem projectada nos óculos, em relação à posição do corpo e da mota. Outra coisa estranha, foi tentar virar a mota com o guiador e não com o corpo. Talvez seja um vício mental, que já foi adquirido pela condução de uma mota real.

 

No vídeo que segue, fica um "cheirinho" do que podem encontrar no Hardware Den do Codebits 2014. Caso estejam no Codebits ou pensem lá passar, é absolutamente obrigatória experimentar os "RiftCycles".

 


Link do Vídeo

 

#Codebits 2014 - Primeiras impressões

10.04.14
#Codebits 2014 - Primeiras impressões

 

Estão a decorrer as primeiras horas da 7ª edição do Codebits, na Sala Tejo do MEO Arena.

 

A edição deste ano, conta com mais de 900 participantes, 25 workshops, mais de 130 talks e mais de 100 oradores em Lisboa e Covilhã (Extensão ao meio académico com a realização do UCodebits no Data Center PT na Covilhã, onde participarão 110 talentos nacionais).

 

Como habitualmente, o evento começou com a keynote de abertura, em que se fez uma espécie de balanço do ano tecnológico e qual será o foco da edição deste ano do Codebits.

 

Eventualmente, a principal novidade em termos de serviços, será o MEO Wallet. O serviço ainda não foi lançado, mas os participantes do Codebits terão oportunidade de testar a realização de compras através desta nova plataforma, em que cada participante terá acesso a 1.000€ virtuais. Os developers terão acesso à API para desenvolver novas soluções para a plataforma MEO Wallet.

 

A outra novidade está relacionada como o lançamento do "Member get Member" da MEO Cloud (reparem como eu coloquei no feminino...tás a ver Jonas?). A partir de agora, cada utilizador pode convidar novos utilizadores e por cada novo utilizador efectivo, os dois utilizadores ganham 500MB, até ao máximo de 16GB. Desta forma, um utilizador que consiga 32 novos utilizadores efectivos, conseguirá dobrar o espaço que dispõe na MEO Cloud.

 

(atualização) Foi ainda anunciado, na keynote de abertura, que o SAPO (e o MEO) vai consolidar a sua presença na web, através do domínio .sapo (e .meo) a partir do próximo mês de Setembro.

 

RiftCycles

 

Finalizada a keynote de abertura, abre-se espaço para o desenvolvimento dos projectos que serão apresentados 48h depois, mas também para descobrir o que o espaço tem para nos oferecer. A principal atracção são as RiftCycles (sim, ainda não experimentei, mas espero fazê-lo o quanto antes). De resto, os Oculus Rift vão fazer sucesso nesta edição do Codebits. Não só pela presença do projecto das RiftCycles, mas também pela presença como projecto a concurso.

 

Nos restantes espaços, destaque para a presença do Retro Computing. Consolas e antigos computadores...há um pouco de tudo... as diversas consolas Nintendo, a Mega Drive da Sega e claro, o sempre clássico Spectrum (diz que há andaram a brincar com o mítico "Paradise Cafe"). No mesmo espaço também encontramos outros clássicos como o iMac original ou o Macintosh Classic II.

 

Retro Computing

 

Para a última parte do dia, destaque para a Venda de Garagem, uma novidade na edição deste ano, bem como o Presentation Karaoke, um segmento onde alguns participantes sobem ao palco principal e têm que apresentar um keynote que nunca viram na vida e cuja sequência, basicamente não existe.

 

Pessoalmente, tive ainda oportunidade de acompanhar o Pedro Esteves (que alguns de vocês conhecem do Lado B) e o seu acessório para o iPhone - mCAMLITE da alm. Com este acessório é possível transformar um iPhone numa potente (vá, quero achar assim) câmara, com uma lente Wide de 37mm e um microfone com alcance a 180º. Por causa do seu peso, é possível conseguir imagens mais estabilizadas. Para além disso, oferece ainda suporte para algum tipo de iluminação adicional e tripé.

 

alm mCAMLITE

 

Com os elementos certos, é possível ter um verdadeiro estúdio de som e imagem, só com um iPhone.

 

 

Para mais informações, não deixem de passar pelo site oficial do Codebits e se quiserem podem sempre acompanhar em directo através da web ou através MEO Kanal no canal nº 263328.

 

 

Uma nota final para o trabalho da equipa de design do SAPO. O ambiente gráfico criado para o Codebits 2014 está absolutamente fantástico, em particular, as peças com projecção 3D Mapping. Assim que possível, farei a publicação de um post com alguns exemplos.

RiftCycles Project? Happy! #codebits

09.04.14
RiftCycles Project? Happy! #codebits

 

Estamos praticamente a 24 horas do início da edição 2014 do Codebits e só agora, começo a perceber o que vai acontecer nos 3 próximos dias.

 

Devo dizer que estou especialmente entusiasmado com o projecto RiftCyclesque consiste numa réplica perfeita e em tamanho real da moto e da experiência toda de a conduzir utilizando uns Oculus Rift (empresa recentemente comprada pelo Facebook) e software desenhado para o efeito. Não só, vamos poder ter a possibilidade de experimentar uns Oculus Rift, como vamos poder experimentar o ambiente virtual das corridas de motas do TRON.

 


Link do Vídeo

 

 

Algo me diz que o espaço dos RiftCycles vai ser muito concorrido. Muito mesmo. E se conseguir experimentar, ficarei "Happy". E por falar em Happy...

 

wearehappyfrom.com

 

Depois do Gangnam Style e do Harlem Shake, o Codebits 2014 poderá ficar marcado pela realização do vídeo para o wearehappyfrom.com. E diz que começa logo na fila do Check-in. Vai ser bonito...vai vai.

 

Preparados para o Codebits?

 

(vou para a 3ª participação e não sei se estou preparado para a "junk food")

 

It's time!

14.03.14
It's time!

 

Estamos a poucas horas do regresso da F1, com o primeiro treino livre do GP da Austrália (à 1:30 da manhã, hora portuguesa).

 

Acho que nunca fiquei tão empolgado com uma temporada de F1 como a temporada que agora começa. É verdade que os eternos pilotos que nos ocupavam as tardes de Verão de domingo já não andam por lá. É verdade que os motores V12 e V10, fazem parte de um passado longíquo. É verdade que os novos V6 Turbo, semi-eléctricos não são tão "animalescos" como os seus predecessores, especialmente no ruído que fazem ou não fazem. Mas, provaram nos testes de inverno que podem fazer tempos ao nível dos V8 do ano passado e até poderão bater as velocidades máximas dos V8.

 

Contudo, os novos F1 são tecnologica e mecanicamente tão complexos, que a são fiabilidade não está garantida para a primeira metade ou terço do campeonato, especialmente as equipas com motores (power units, como agora são chamados) Renault. A principal prejudicada nos testes de inverno foi a campeã do mundo, a Red Bull Racing. Para ajudar, a manutenção dos carros é ultra complexa e demorada. Uma avaria nos treinos livres pode afectar a qualificação ou até mesmo a corrida.

 

Por isso, para este primeiro grande prémio impera a incerteza, a dúvida. Quantos carros vão terminar? E os que terminam, quais serão as diferenças?

 

Algumas questões começam a ser respondidas dentro de poucas horas.

 

Bem-vindos à F1 2014 e à era V6 Turbo.

 


Link do Vídeo

Crowdfunding e o poder de fazer acontecer

06.03.14
Crowdfunding e o poder de fazer acontecer

 

Está por provar, que o crowdfunding é uma forma viável e segura (do ponto de vista do investimento e retorno) de obter um financiamento para executar um determinado projecto.

 

Por isso, estou muito curioso para conhecer o desfecho deste financiamento através de crowdfunding, encabeçado pelo Nuno Markl. Afinal, teremos finalmente em Portugal, uma figura pública e com o talento do Markl e liderar um projecto de crowdfunding e poderá provar, de uma vez por todas, se o crowdfunding poderá ser uma opção viável, para figuras com a notoriedade de Markl.

 

Neste caso, o projecto consiste na realização do filme "Por Ela", protogonizado pela Ana Bacalhau (sim, dos Deolinda), pelo César Mourão e pelo Tónan Quito. O filme contará a história de Henrique (César Mourão) e Pedro (Tónan Quito), que têm uma coisa em comum: amam a mesma mulher, Luísa (Ana Bacalhau). Henrique, um pacato mas divertido e apaixonado professor, está a dias de casar com ela; Pedro, biscateiro rebelde e irritado com o mundo e consigo próprio, é o melhor amigo dela desde a escola, mas nunca teve a coragem de dar o passo que Henrique deu. Quando um dia ela desaparece da vida deles, nada mais lhes resta do que tentarem construir uma desastrada amizade aos solavancos, baseado numa simples evidência: cada um deles percebe que ninguém mais no planeta percebe melhor o seu desgosto... do que o outro.

 


Link do vídeo

 

A meta deste projecto cifra-se nos 100.000 Euros e no momento em que escrevo este post já leva 1.290 Euros (apenas 1 dia no ar).

 

Para quem ainda está desconfiado com este projecto, não deixem de ver a apresentação pelo próprio Nuno Markl.

 


Link do vídeo

 

Se estiverem com curiosidade em conhecer o projecto e ou até mesmo tornarem-se em "produtores", não deixem de passar pelos seguintes endereços:

 

Why We Ride

16.02.14
Why We Ride

 

A tarde de domingo foi dedicada aos documentários. "Why We Ride" é um documentário dedicado aos amantes e apaixonados pelas duas rodas e de que forma, isso tem influência na sua vida.

 

Depois do "The Armstrong Lie" passei rapidamente para o outro documentário que tinha pendente para ver, afinal é um formato de que gosto imenso. O "Why We Ride" é um documentário dedicado a todos aqueles que nutrem uma paixão pelas duas rodas.

 

Os que me acompanham sabem que já ando aí pela estrada, a treinar a minha entrada no universo das duas rodas. Por isso, este documentário surgiu numa altura crucial. Eu sou e sempre serei alguém que terá uma paixão pelas 4 rodas e pelos carros. A questão das duas rodas, surgiu por questões práticas do dia-a-dia em Lisboa, numa tentativa de obter uma qualidade de vida superior.

 

Fica por responder se ganharei a paixão pelas duas rodas. O feedback que recebo é mais ou menos unânime...assim que se experimenta é difícil não gostar. Os primeiros kms foram estranhos e apesar do receio, já lá vão 56kms feitos em Lisboa, por locais tão diferentes como o Parque das Nações, Avenidas Novas, Santa Apolónia, Graça ou Penha de França.

 

Para já, vou alimentando o culto através de documentários como o excelente "Why We Ride" ou os milhares de vídeos que encontramos no YouTube.

 


Link do Vídeo

Comic Con Portugal

06.02.14
Comic Con Portugal

 

A Comic Con é uma marca fortíssima no mercado norte-americano. Trata-se de uma convenção de cultura popular, com foco em temas como banda desenhada, anime, manga, jogos, cinema, cosplay e filmes. Em Dezembro chega a Portugal.

 

Foi com alguma surpresa que descobri hoje, através do Biovolts.com, que a Comic Con chegará a Portugal em Dezembro de 2014, mais concretamente nos dias 5, 6 e 7 de Dezembro na Exponor, em Matosinhos.

 

Em relação à realização deste tipo de eventos, fico sempre apreensivo quando são organizados em Portugal. A forma de estar dos portugueses está muito distante (acreditem...apesar a influência anglo-saxónica) da forma de estar dos norte-americanos, que são entusiastas com tudo o que tenha a ver com a "Cultura Pop".

 

Para além disso, estes eventos acabam por não ter continuidade, uma vez que, a organização dos primeiros eventos deixam muito a desejar e as expectativas acabam por não ser cumpridas.

 

Por isso, gostaria de ver finalmente, um evento destes a ter sucesso e espero que a marca "Comic Con" possa dar um forte contributo para que isso aconteça.

 

Para mais informações passem pelo Facebook da Comic Con Portugal ou estejam atentos ao comic-con-portugal.com.

Gravity

19.01.14
Gravity

 

Finalmente tive oportunidade de ver o "Gravity", um dos filmes de 2013. Os mais conservadores dirão que é um filme fraco, que não tem nada de especial, para além dos efeitos...mas eu acho que é muito mais do que isso.

 

Para quem é um entusiasta do Espaço e das missões espaciais, como eu, o filme é mais do que um filme...é uma experiência, porque "Gravity" será eventualmente o primeiro filme a replicar "quase" na perfeição, a sensação de um "passeio espacial", neste caso, onde tudo corre mal e o personagem principal vê-se obrigado, face às circunstâncias, a reflectir sobre a vida...sobre o passado e qual é a sua "missão" no presente e no futuro. Lutar para sobreviver? Porquê? Porque razão?

 

Esse é o lado mais filosófico do filme...que acaba por oferecer uma visita guiada, relativamente rigorosa, em termos científicos, pelo Hubble, pela Estação Espacial Internacional e ainda temos uma previsão do que seria a futura Estação Espacial Chinesa integrada no programa Tiangong. Para quem cresceu a ver o Space Shuttle a partir regularmente para a órbitra terrestre, soube muito bem ver o vaivém revisitado através do vaivém "Explorer" (que na realidade, não passa de uma réplica que está em exposição e agora se chama Independence).

 

Enquanto assistia ao filme, comecei rapidamente a visualizar o mesmo em IMAX e por causa da temporada de entrega de prémios, o "Gravity" está novamente em exibição no IMAX Colombo e achei que seria uma boa oportunidade para rever o filme, mas também confirmar o que o "Gravity" é realmente mais do que um filme...é uma experiência cinematográfica. O filme estará em exibição até 22 de Janeiro. Infelizmente, temo que não terei oportunidade de passar por lá, para o confirmar.

 

Claro que não podia faltar o trailer oficial...

 


Link do Vídeo

 

E um extra... que não me parece que seja um spoiler...a dada altura, a astronauta Ryan Stone (Sandra Bullock) intercepta uma comunicação rádio com a Terra...no filme, assistimos ao diálogo do ponto de vista da astronauta...mas há uma curta que mostra Aningaaq, a pessoa que fala com Ryan.

 


Link do Vídeo

 

E há muito mais para descobrir...o que é real e não é real...cientificamente falando...e se há alguma coisa para além daquele final...mas isso deixo à vossa consideração...depois de verem o filme e pesquisarem um pouco na web.