Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

iPhil

iPhil

O Lado Negro da Tecnologia

11.08.13
O Lado Negro da Tecnologia

 

A revolução tecnológica que temos assistido no mundo, tem-nos oferecido coisas fantásticas. Mas como tudo na vida, há um Lado Negro. Esse Lado Negro, manifesta-se na chamada que atendemos e a SMS que mandamos quando conduzimos, manifesta-se nas saídas em grupo em que estão todos distraídos com o Facebook.


No âmbito de uma campanha criada pela AT&T, "It Can Wait" (e apoiada por todos os operadores móveis norte-americanos), o realizador Werner Herzog realizou o documentário "From One Second to the Next", que mostra o impacto, da utilização do telemóvel durante a condução, em 4 vidas.


É um documentário emotivo, mas que mostra que às vezes, aquilo que nos leva a pegar no telemóvel, pode esperar e não é importante e pode mudar dramaticamente a nossa vida.



Link do Vídeo

 

Outro problema, que tenho verificado é a forma como a tecnologia e as redes sociais afectam a forma como nos damos com os outros, quando estamos na sua presença. O meu caro amigo Jorge, criou um blog, com base nesse conceito - Nocializing.

 

Nocializing (from urban dictionary)

The act of being out in a social public setting (i.e. Restaurant, Cocktail Bar, Coffee shop) and only spending time on your mobile device; not the people with or around you.

 

Nunca se deram conta dos grupos e até dos casais, que estão em bares, cafés e esplanadas, mais atentos ao seu smartphone do que as pessoas em seu redor. E são imensos os relatos de famílias que têm sido obrigadas a criar regras em casa, para que os smartphones e tablets sejam banidos, pelo menos, à hora das refeições.

 

Pessoalmente, acho que o problema não está exactamente na tecnologia ou nas redes sociais. Acredito que o problema está nas próprias pessoas. Se um casal, está num bar e não consegue falar, o problema não é certamente o smartphone ou o tablet. Eventualmente, deviam reconhecer que há um problema entre eles. Mas outro comportamento humano é não reconhecer que há efectivamente um problema. Vão adiando a sua resolução e a tecnologia é o seu escape. Pergunto então...será a tecnologia o problema.

 

Faz-me um pouco de confusão fazer esta acusação, quando devo tanto a essa mesma tecnologia. O problema, como em muitos outros casos, são as pessoas.

 

 

(Via The Verge e Nocializing)

1 comentário

Comentar post