Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

iPhil

iPhil

Saraivadas

12.04.12
Saraivadas

 

 

Sinceramente, acho que há opiniões e artigos de certas pessoas que não merecem um segundo da minha atenção e tão pouco, merecem um post. E todos os dias, essa lista vai aumentando. Dá-se importância a quem não merece.

 

 

Mas, depois de ver o último post da Jonas e o vídeo que publicou, não podia deixar de abordar o tema, mesmo que o faça de forma superficial.

 

 

Sim, estou a falar da última Saraivada (gosto desta expressão. Julgo que tem tudo para vingar) em que faz uma reflexão sobre qualquer coisa que fiquei sem perceber muito bem o quê (tom irónico), baseado simplesmente numa curta viagem de elevador na Fnac do Chiado.

 

 

Para começar, o senhor não deve sair muito à rua. Ou se o faz, como refere no artigo, fá-lo com umas palas, daquelas que vocês estão a pensar neste momento, do alto da sua arrogância, qual Titanic, que nunca afundaria (aqui está uma referência bem actual).

 

 

O senhor anda ali às voltas numa reflexão que nada tem para reflectir. Ou se é ou não é. Ponto. Qual é a dúvida?

 

 

Questiono se o senhor não anda a tentar encontrar-se a ele mesmo e aquele artigo foi só mais uma tentativa (completamente falhada).